Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006

Cultura Romana

 

         

Comenta a seguinte afirmação:

"A cultura romana era uma cultura com sentido pragmático

             e ao serviço do poder"                            

Para saber mais:

http://www.historiadaarte.com.br/arteromana.html

http://www.historianet.com.br/

http://www.arteducacao.pro.br/historia/historia.htm#roma

 

publicado por esfahistoriadores às 22:39
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Fausto Correia a 9 de Novembro de 2006 às 20:26
Esta frase resume aquilo que foram os ideais principais da cultura Romana. Uma cultura com sentido utilitário mas sobretudo pragmático e centralizada no urbanismo. Utilitário no sentido de que tudo o que fizessem e construíssem teria grande utilidade, em contraste com a cultura grega em que tudo o que fizesse teria de ser belo, e pragmático no sentido prático que são o exemplo das suas grandiosas construções.
A cultura romana é o resultado de várias influências sobretudo dos Etruscos (povo civilizado que dominou Roma no inicio da sua fundação) e dos Gregos que viriam a ter grande influência sobretudo na arte. A sua cultura estava virada essencialmente para o Urbanismo Pragmático. Foram os Romanos os primeiros a construir um Império de cidades bastante organizado mas sobretudo planificado. Eram eles os mestres da Arquitectura Urbana. O seu rigor na planificação das cidades, na construção das vias de acesso e na construção dos edifícios em volta do fórum , principal centro urbano da cidade de Roma onde se situavam os Templos em honra dos Deuses, aquedutos, teatros, anfiteatros destacando-se o Coliseu que o Imperador usava frequentemente para entretenimento do Povo e para tornar esquecido o eventual tempo de Guerra que o Império atravessasse, mostrando também o seu poder através das lutas de gladiadores. Para além de tudo isto, os romanos inovaram através de um sistema de leis que até hoje predomina no sistema judicial português. O Direito. Foram o primeiro conjunto de leis escritas da História. A cultura grega está presente ainda hoje, através das obras de arte e de escrituras, deixadas como grande herança, para os nossos tempos.


De esfahistoriadores a 9 de Novembro de 2006 às 20:48
O comentário à afirmação está excelente, apenas na última frase tem um pequeno engano uma vez que disseste cultura grega e era cultura romana...bom trabalho.


De Adelino Ferreira a 9 de Novembro de 2006 às 21:07
Fausto, continuas o mesmo!!!sempre tão atencioso... Cá para mim ainda vais ser diplomata! Mas força porque o teu comentário está mesmo bem elaborado.um abraço

Adelino Ferreira


De Adelino Ferreira a 9 de Novembro de 2006 às 21:03
Sem dúvida que está original! Afinal tem mesmo jeito "pá" coisa, continue!Mas porque não umas "fotozinhas de bikes?"pense nisso... Parabéns pelo blog, um abraço.

Adelino Ferreira


De Didier a 11 de Novembro de 2006 às 13:58
A cultura romana era realmente uma cultura urbana pragmática e utilitária.
O espírito pragmático estava exemplificado em várias frentes. O direito, o urbanismo, as construções arquiotectónicas e a vias sáo algumas delas.
Foi com este sentido pragmático que os Romanos conseguiram formar e manter o seu vasto Império durante muito tempo.
Utilitária, pois para os romanos " tudo o que for belo tem de ser útil " ao contrário dos gregos.


De Didier a 11 de Novembro de 2006 às 14:06
Esqueci-me de referir que a cultura romana é uma cultura de síntese, pois baseia-se noutras culturas, tais como:
-na cultura etrusca ( urbanismo, aquedutos, utilização de abóbadas) ;
-na cultura grega (religião, ciência, literatura, teatro, educaçaõ, arte, ordens arquitectónicas).


De esfahistoriadores a 11 de Novembro de 2006 às 14:29
Devia-se especificar melhor onde está presente esse espírito pragmático e o porquê de ser uma cultura com sentido de propaganda e ao serviço do poder. Devem preocupar-se com a ortografia, antes de publicarem clicar em "verificar ortografia". Bom fim de semana
O Professor


De Carolina Albuquerque a 12 de Novembro de 2006 às 00:46
Os espíritos pragmático e utilitário da cultura romana verificam-se no Direito, nas construções arquitectónicas, no urbanismo, nas vias romanas. Deste modo, tudo tinha que ser útil e todos os problemas teriam que ser resolvidos.
Houve, de facto, duas civilizações que influenciaram esta cultura: os etruscos (influência verificada em aquedutos e na organização da cidade) e a greco-helenística (arte, ciência e religião). Mas os romanos foram diferenciados, pelo que na cultura grega tudo tinha que ser belo.
Quanto ao Direito, este provocava uma melhor administração do Império e permitia a pacificação e união dos povos, fazendo com que o Imperador se tornasse o único legislador e juíz do espaço romano; criaram-se a lei das XII Tábuas e os Códigos, que possibilitaram a organização do Império.
A arquitectura demonstrava a funcionalidade e o pragmatismo das construções romanas. Construíram-se fóruns, teatros, anfiteatros, bibliotecas, termas, aquedutos. Estas tinham como principal objectivo não só a organização da cidade, como também a exaltação do poder imperial. Nas cidades, os aquedutos obtiveram uma importância elevada, porquanto era essencial o fornecimento de água nessas; havia esgotos e a pavimentação de inúmeras estradas permitiu uma melhor e mais acessível comunicação entre os povos.
A grandiosidade das construções servia de veículo de propaganda e afirmação do poder, visto que impressionava todos os outros povos e espelhava a grandeza de Roma. Construíram-se arcos de triunfo, colunas e pórticos monumentias, produzindo o efeito decorativo e cénico necessário à exaltção do poder do Império/Imperador. A arquitectura poderia ser, também, privada tendo sido construídas as domus e as ínsulas, contibuíndo para a planificação do meio urbano, ou seja, do urbanismo.
A escultura tornou-se, igualmente, num meio difundor do poder do Império, aquando do realismo e de uma afirmação do indíviduo, desenvolvendo-se um estilo oficial, solene, em que as personagens são apresentadas de uma forma mais idealizada, serena e com gestos compassados. Assim, a escultura está directamente ligada com a glorificação do Imperador, pois as representações lembravam ou um herói ou um deus grego, parecendo um ser quase perfeito. Mas não só a escultura estatuária se tornou importante, visto que o relevo tinha a função de narrar os grandes feitos do povo romano e demonstrar as virtudes dos seus chefes.
Com a poesia épica, foram elaborados vários poemas (Eneida, de Virgílio, por exemplo), em que eram glorificados o povo romano e os Imperadores, obtendo uma ascendência divina.
A História, revestindo uma feição pragmática, tentou justificar o domínio e o poder de Roma e pôs em evidência a sua acção civilizadora.
Deste modo, poder-se-á referir que a cultura romana foi caracterizada, essencialmente, pela apologia do Império e pelo sentido prático, priveligiando a utilidade e a eficiência, e viabilizando a manutenção do grande e poderoso Império romano.


De esfahistoriadores a 13 de Novembro de 2006 às 10:34
Olá bom dia
O comentário está excelente...


De Carol Albuquerque & Andreia Geraldo a 15 de Novembro de 2006 às 20:51
Está visto: já é um "pro" nesta coisa dos blogs...Parabéns! =)


De I. Gama a 21 de Novembro de 2006 às 23:24
Não faço o comentário, porque já vim tarde devido a quezílias do foro familiar (a entidade matriarcal sabe mesmo como se impor).
Não vale a pena dizer o mesmo e não há nada de muito relevante a acrescentar... mas li tudo!
Achei particularmente completo e bem estruturado o comentário da Carol (quem não achou?) e o Fausto também trabalhou bem.. eheh..

Força pessoal, toca a bater no teclado;)


De Anónimo a 25 de Novembro de 2006 às 16:06
Bem como já dizeram tudo, concordo com o comentário da Carolina está muito bem e diz tudo para resposta.


De Daniela a 25 de Novembro de 2006 às 16:10
O comentário de cima foi eu.


De História de Portugal a 8 de Junho de 2010 às 22:33
Caramba,

Esse aqueduto Pont-Du-Gard é mesmo enorme.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. BOAS FÉRIAS!!!!

. MATRIZ DO TESTE

. ARTE RENASCENTISTA

. HUMANISMO

. TESTE - SUGESTÃO DE RESOL...

. A ABERTURA AO MUNDO - O C...

. RENASCIMENTO

. AS IMAGENS DA VISITA DE E...

. VISITA DE ESTUDO

. SENHORIOS E CONCELHOS

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds